Palácio Ducal

Tudo sobre a história do Palácio Ducal

Veneza há muito fascina os viajantes de todo o mundo. A cidade flutuante, uma das mais antigas do mundo, é lar de monumentos icônicos e belas estruturas que proporcionam uma importante visão de sua rica história. Uma dessas estruturas é o Palácio Ducal, também conhecido como Palazzo Ducale -- um grande e antigo palácio que já serviu como residência oficial dos Doges de Veneza. Aqui estão todos os detalhes essenciais para saber sobre sua história e significado em Veneza.

Palácio Ducal em detalhes

História do Palácio Ducal
  • O Palácio Ducal foi construído no ano de 1340 e passou por várias reformas nos anos seguintes.
  • Demonstra uma influência considerável da arquitetura e estilo gótico clássico.
  • Vários incêndios ao longo dos anos destruíram partes importantes do palácio e um grande esforço foi colocado em sua renovação.
  • Foi convertido em museu em 1923 sob o estado veneziano.
  • Os pátios, apartamentos do Doge, prisões e a Ponte dos Suspiros são alguns pontos importantes do palácio.

História do Palácio Ducal

Localizado na Piazzetta San Marco, do outro lado da Basílica de São Marcos, está o Palácio Ducal. Símbolo da autoridade suprema da antiga República Veneziana e com uma história fascinante na cidade. 

O Palácio Ducal que vemos hoje não é aquele que foi criado pela primeira vez. A primeira estrutura foi construída no início do século IX, sob a liderança do Doge Agnello Participazio. Após um incêndio maciço durante o século 10, a estrutura foi renovada sob a liderança do Doge Sebastiano Ziani. Muito poucos vestígios ainda restam desta estrutura, além de algumas obras de pedra e tijolos.

Com o crescimento da economia de Veneza e também do comércio por terra e mar significativamente, durante os séculos XII e XIII, o Doge deu a ordem de construir um novo palácio governamental. Em 1340, começou a construção do Palácio Ducal, como podemos ver hoje. Vários elementos da arquitetura bizantina e gótica foram acrescentados à construção do palácio que foi ampliado ainda mais durante o século XIV, acrescentando pátios, fachadas, alas, etc.

Ao longo dos próximos séculos, vários incêndios destruíram partes do Palácio Ducal. Os trabalhos de renovação e reconstrução tentaram manter o seu estilo gótico original.

Após levantes políticos sob Napoleão, os franceses e os austríacos, foi apenas em 1866 que o Palácio finalmente tornou-se parte da Itália. Em 1923, foi entregue ao estado e, desde 1996, está sob a rede de museus venezianos.

Reserve ingressos do Palácio Ducal

Palácio Ducal: Ingressos sem Filas
Visita Guiada do Palácio Ducal + Palácios Reais
Visita Guiada da Basílica de São Marcos, Palácio Ducal + Palácios Reais